Listas de Figuras e de Tabelas: como lidar com legendas muito longas?

Em LaTeX, uma figura tem o seguinte esqueleto base:


A legenda da figura é definida como o comando \caption{…}. No exemplo acima terá o valor “Legenda da figura.

Em algumas áreas científicas é prática comum explicar como interpretar uma figura no corpo do texto, próximo do sítio onde se referenciou a figura.  Neste caso as figuras normalmente apresentam legendas muito breves e simplificadas.  Noutras áreas científicas é prática comum que uma figura deve ser auto-contida e, portanto, a legenda é normalmente longa e ocupa várias linhas (ver exemplo: Figura 7, retirada de [1]).

Quando se solicita ao LaTeX para gerar o índice de figuras, as legendas das figuras são copiadas para a Lista de Figuras.  No caso das figuras com legendas simplificadas não há qualquer problema. Já no caso em que as figuras normalmente apresentam legendas com várias linhas de texto explicado o conteúdo da figura, toda a legenda é copiada para o índice e, neste caso, o texto que explica o conteúdo da figura anão faz qualquer sentido no índice.

Esta situação pode ser evitada utilizado o argumento opcional do comando \caption:

\caption[Legenda curta]{Legenda longa}

Assim, pode-se definir duas versões da legenda, uma curta que irá constar na Lista de Figuras e uma longa, que irá constar na própria figura.

Tudo o que disse aqui aplica-se também a tabelas, onde o comando \caption aceita exatamente os mesmos argumentos com a mesma semântica.

Recomendação: Por questões de apresentação, deverá tentar evitar que a legenda curta ocupe mais que uma linha na Lista de Figuras ou na Lista de Tabelas.

Referências:
[1] https://www.nobelprize.org/nobel_prizes/physics/laureates/2016/advanced-physicsprize2016.pdf

Comentários

Mensagens populares deste blogue

Gráfico ou Tabela?

Capa e Verso para caixa de CD

Colunas com dimensão automática